Avançar para o conteúdo principal

Mensagens

A mostrar mensagens de Janeiro, 2016

A Clash of Kings

Valar Morghulis.

Este é um bom livro, mas ao mesmo tempo é o livro que me mostrou que não vou ser capaz de ler a série toda de seguida, porque ao contrário dos Hunger Games ou dos livros do Sherlock Holmes, por exemplo, são enormes e exaustivos e já vou em 1500 páginas disto e mesmo o War and Peace não consegui ler todo seguido. A narrativa arrasta.
Por outro lado, quero saber tudo o que vai acontecer a seguir, até porque é também aqui que a série parece começar o seu divórcio dos livros.
Dilemas, dilemas.
Power resides only where men believe it resides. (...) A shadow on the wall, yet shadows can kill. And ofttimes a very small man can cast a very large shadow.
Infelizmente, uma das coisas que não mudou foi a morte do Renly, senão eu seria team Renly. Como já tinha ideia do que o esperava, poupei-me o desgosto. É talvez estranho apoiar uma personagem com tão pouco tempo dedicado no livro, mas realmente isto compensa as várias páginas de detalhes sobre navios e combates de navios e rou…

A Game of Thrones

Winter is coming.

Ao longo dos já mais de dois anos em que mantenho este blog, alterei hábitos de leitura - talvez não tanto alterar como alargar. Li livros young adultextremamente populares, livros que estavam a ter muita saída em filmes no cinema, livros lusófonos, séries de fantasia.
Saí da minha zona de conforto de clássicos maioritariamente vitorianos e cult classics mais recentes. Alguns surpreenderam-me pela positiva, outros confirmaram a ideia pré-concebida que eu tinha sobre o género/autor. Mas o importante é, sem dúvida, sair dessa zona de conforto e experimentar.
A mind needs books as a sword needs a whetstone, if it is to keep its edge.
Pessoalmente, a zona mais difícil para mim era a fantasia. Mesmo a minha experiência mais próxima com ficção científica ficava-se pelos clássicos distópicos e clássicos da chamada horror fiction. Aos onze anos, desisti de ler o primeiro Harry Potter na página 72. Com a mesma idade, adormeci a ver o primeiro filme do Senhor dos Anéis (culpo o…

Favourite Sherlock Holmes Stories

Para finalizar a (minha, que não tenho todos) série de livros do detective mais famoso de sempre.

Uma selecção de "melhores" histórias pelo próprio Conan Doyle! Já tinha lido sete das doze histórias deste livro, e algumas eu considerava realmente muito boas - como The Adventure of the Speckled Band, The Final Problem e The Musgrave Ritual, que tinha inclusive mencionado numa review anterior. Quase todas as outras histórias pertenciam à colecção The Return of Sherlock Holmes, à excepção de uma, que destaco:
"It's devilish, Mr. Holmes, devilish!" cried Mortimer Tregennis. "It is not of this world. Something has come into that room which has dashed the light of reason from their minds. What human contrivance could do that?" "I fear," said Holmes, "that if the matter is beyond humanity it is certainly beyond me. Yet we must exhaust all natural explanations before we fall back upon such a theory as this. (...)"
"I believe that you ar…

The Hound of the Baskervilles

Primeira review do ano, sobre o último livro do ano passado.

Ora aqui está um livro que não me surpreende que seja tão conhecido: é um óptimo livro mesmo, a melhor das aventuras do Sherlock Holmes (pelo menos dos que li).
The world is full of obvious things which nobody by any chance ever observes.
Uma família que, de acordo com a lenda, é amaldiçoada por um cão do demónio, acontecimentos quase inexplicáveis e aparentemente paranormais, mistério e perigo constantes, a enorme e velha mansão isolada, os moors que ou são assombrados pela Cathy ou por um cão (passando do trágico romântico ao assustador e terrível), os empregados suspeitos, há aqui de tudo.
The devil’s agents may be of flesh and blood, may they not?
Se há história que faz de Sherlock Holmes e Watson personagens memoráveis, essa história é esta.
5/5

Podem comprar esta edição aqui, ou em português aqui.